Autor: super-admin

Estilos de Vida Saudáveis e a Prevenção das Doenças

Estilos de Vida Saudáveis e a Prevenção das Doenças

“Estilo de Vida” é um conceito amplo que inclui a pessoa como um todo, e que tem muitos aspectos. Os aspectos do estilo de vida se combinam para influenciar a saúde individual em todas as áreas:Física, Mental, Espiritual e Social.

O estilo de vida inclui as relações de trabalho, recreativas, e em casa e na família.

Porque é importante um estilo de vida saudável?

Um estilo de vida saudável ajuda a manter o corpo em forma e a mente alerta. Ajuda a nos proteger de doenças, e ajuda a impedir que as doenças crônicas piorem. Isto é importante, porque à medida que o corpo envelhece, começa-se a notar alterações nos músculos e nas articulações e um declínio na sensação de “força” física. Um estilo de vida saudável inclui a saúde preventiva, boa nutrição e controle do peso, recreação, exercícios regulares, e evitar substâncias nocivas ao organismo.

Um bom estilo de vida deve ser desenvolvido o mais cedo possível em sua vida – quanto mais jovem melhor; estes hábitos devem ser mantidos durante a vida adulta e na idade madura. Fatores modificáveis do estilo de vida são a causa de 50% das mortes (entre as 10 causas mais importantes), incluindo:

Leia também: impotência

– Doenças cardíacas
– Câncer
– Derrame cerebral
– Acidentes
– Doença pulmonar crônica

Nutrição e Controle do Peso

A obesidade é causa de mortes (mortalidade) e de doenças (morbidade):

– A obesidade aumenta a mortalidade por:
– Hipertensão arterial
– Doenças cardíacas
– Derrame cerebral
– Diabetes
– Certos tipos de Câncer
– Mais de 80% das mortes atribuídas à obesidade ocorreram em pessoas com um índice de massa corporal de 30 ou mais
– Aumento da Morbidade:
– Litíase biliar
– Osteoartrite

Para evitar a obesidade, coma 3 ou 4 refeições balanceadas, pobres em gorduras, e com muitas fibras todos os dias. Procure ingerir bastante cálcio – o cálcio e o exercício ajudam a prevenir a osteoporose. Se você mora sozinho, experimente alimentar-se em um restaurante comunitário, onde você possa conversar socialmente com outras pessoas – desta maneira, com uma companhia, você poderá estar contribuindo para o seu próprio equilíbrio mental.

Todas as vezes que você come mais do que o necessário, o seu corpo irá guardar o excesso em forma de gordura.

Uma boa dieta é essencial não só para combater as doenças cardiovasculares, mas pode ainda diminuir o risco de vários tipos de câncer:

· Comer uma grande variedade de frutas, vegetais, grãos integrais, feijões e legumes, incluindo 3 a 5 porções de vegetais e 2 a 4 porções de frutas por dia. Elas podem ser frescas, congeladas, secas ou cristalizadas.
· Controle da ingestão de gorduras.
· Evitar a obesidade melhorando os hábitos alimentares e participando de atividade física regular.
· Limitar a ingestão de álcool, ou evitá-lo.

Se você sentir necessidade, consulte seu médico para uma orientação específica no seu caso.

Atividade Física

O organismo necessita de atividade física regular (mas não extenuante). Não existe sentido em fazer um exercício exagerado e ter como conseqüência dores lombares ou uma lesão no joelho.Pacientes mais idosos devem caminhar pelo menos 1500 metros ao dia; faça outros tipos de exercício, se preferir. Também nos grupos de maior idade os exercícios aeróbicos leves são os mais recomendados, e ainda a natação e a dança. Nunca se é velho demais para iniciar uma atividade física regular!

Sugestões para a Prática da Atividade Física

– Para iniciar sua atividade com mais segurança, consulte um médico e/ou um professor de educação física;
– Escolha as atividades que você realmente goste;
– Selecione horários e opções compatíveis com seu estilo de vida;
– Nos primeiros meses, objetive valores como prazer, sucesso na realização das atividades, satisfação pessoal etc.;
– Incorpore a atividade física ao seu dia a dia: ande mais a pé, suba mais escadas, pratique mais esportes etc.;
– Se possível, selecione as atividades que possam ser realizadas com seus amigos e/ou família.

Evite substâncias que prejudiquem a sua saúde

Fumar e beber muito são fatores importantes para o surgimento de doenças dos pulmões, coração e circulação, câncer, acidentes automobilísticos, e acidentes domésticos. As drogas são capazes de levar a dependências que podem acabar por levar à deterioração física e mental da pessoa.

Exercício Mental

Mantenha o cérebro ativo tanto quanto seu corpo. Atividades que envolvam a ajuda às pessoas (trabalho social) pode dar sentido à vida, e ajudar a preencher a solidão e a combater a depressão. O envolvimento com uma crença (religião) parece ser benéfico na prevenção das doenças.

As vantagens e desvantagens do jejum intermitente

As vantagens e desvantagens do jejum intermitente

Para os pacientes, a vantagem do modelo de 16 horas de jejum é que parte do período ocorre durante a noite, quando estão dormindo
Já faz alguns anos que as dietas de jejum intermitente se tornaram moda. A mais conhecida é a chamada 5 por 2 (cinco dias de alimentação normal, e dois em semijejum), mas outro modelo está começando a ganhar força: o de 16 por 8 horas.

Essa nova versão propõe um ciclo de alimentação e jejum muito mais rápido: os pacientes devem comer normalmente por um período de oito horas e, depois, realizar o jejum por 16 horas seguidas.

Por que comemos mais quando estamos acompanhados?
Qual é de fato a quantidade de proteína de que nosso corpo precisa?
A janela de alimentação mais comum desse modelo ocorre entre 10h e 18h – período do dia em que a pessoa pode comer o que quiser.

Leia também: Jejum Intermitente vale a pena

Por outro lado, durante as horas de jejum, o paciente não come nada e só pode ingerir água ou alguma bebida não calórica. A vantagem do método, segundo os praticantes, é que boa parte do jejum coincide com os horários em que o praticante está dormindo.

Leia também: Kifina reclame aqui

Direito de imagemRDVASILEV / GETTY IMAGES
Image caption
Na dieta intermitente, não há restrição de tipos de comida, mas sim períodos em que não se pode comer
Segundo um estudo científico de 2016 da Universidade Johns Hopkins (EUA), esse padrão de alimentação pode ajudar na perda de peso de maneira moderada por ser mais sustentável para alguns pacientes do que outras dietas mais restritivas, embora diga que mais pesquisas são necessárias a respeito.

null
Talvez também te interesse
Brexit: O que ocorre agora que o Parlamento britânico rejeitou o acordo de Theresa May?
A infância de Bolsonaro entre quilombolas, guerrilheiros e a rica família de Rubens Paiva
Da diabetes ao câncer: quais são os itens do dia a dia que alteram seus hormônios silenciosamente
O campo magnético da Terra está se comportando de maneira imprevista – e intrigando cientistas
null
Mas especialistas afirmam que, antes de iniciar qualquer dieta, um médico deve ser consultado.

Leia também: Phytophen reclame aqui

Como surgiu a dieta intermitente e quais seus benefícios?
As dietas intermitentes se tornaram bastante populares nos últimos anos entre pessoas que desejam emagrecer sem renunciar por completo a alimentos calóricos.

Além disso, alguns estudos têm vinculado esse tipo de dieta a benefícios para a saúde, como a redução de cardiopatias e risco de câncer, maior longevidade e proteção a doenças relacionadas à velhice e declínio cognitivo.

No entanto, essa é uma área de pesquisa ainda insipiente e não há quantidade suficiente de estudos científicos para confirmar os benefícios de forma contundente.

Leia também: Farinha seca barriga reclame aqui

Segundo a nutricionista britânica Kerry Torrens, as dietas intermitentes são um “programa” de alimentação. Para ela, o emagrecimento dependerá da adaptação da pessoa ao método a longo prazo.

Há diferentes padrões de dietas intermitentes e, segundo Torrens, para elas darem certo, independentemente do modelo, é importante é que elas sejam seguras, saudáveis e com alimentos de grande valor nutritivo.

A especialista recomenda incluir no cardápio gorduras essenciais e saudáveis como peixes, oleaginosas e sementes, além de fontes de proteína, grãos integrais, verduras e vegetais para suprir toda a fibra, vitaminas e minerais necessários.

Direito de imagemTHINKSTOCK
Image caption
Nutricionista recomenda alimentos ricos em nutrientes
As vantagens da dieta 16 por 8
Um grupo de acadêmicos americanos da Universidade de Illinois, de Indiana e dos Instituto Salk de Estudos Biológicos fez um pequeno estudo de 12 semanas com 36 pessoas obesas submetidas à dieta 16 por oito.

Os resultados foram publicados na revista científica Nutrition and Healthy Aging. Eles mostram uma perda média de peso de 3 quilos em 12 semanas, e também uma redução de 341 calorias na média diária.

Por isso, os pesquisadores sugerem que restringir o consumo de alimentos a oito horas por dia pode gerar uma restrição calórica moderada, além da perda de peso sem que os pacientes precisem ficar contando as calorias que comem.

Mas eles esclarecem que esses são resultados iniciais e que mais estudos de longo prazo são necessários.

E as desvantagens?
Os adultos obesos que participaram desse teste estavam com boa saúde. As pessoas que têm problemas de colesterol, pressão arterial, diabetes e cardiopatias, mulheres grávidas ou lactante devem consultar um médico antes de iniciar uma dieta.

Além disso, entre os efeitos secundários do jejum estão dores de cabeça, tontura, dificuldade para manter a concentração, alterações de outras enfermidades e de absorção de medicamentos pelo corpo.

Entre as pessoas mais vulneráveis a esse tipo de dietas, adverte Torrens, estão os idosos e os menores de 18 anos, as pessoas quem têm índice de massa muscular muito baixo ou problemas emocionais ou psicológicos relacionados à alimentação.

Leia também: Jejum Intermitente funciona

A nutricionista diz que, em geral, as dietas intermitentes podem ser tão eficazes para perder peso como outras que restringem o consumo de calorias. Mas ainda “temos muito a aprender sobre esse método, incluindo qual é o padrão ideal de jejum ou restrição calórica”, diz.

Por outro lado, ela sugere que “muita gente que faz um jejum mais moderado, interrompendo a alimentação às 19h e voltando a comer no dia seguinte, tem resultados e benefícios”, diz Torrens.

Para perder peso de uma maneira saudável, o serviço britânico de saúde pública recomenda o emagrecimento a um ritmo entre 0,5 kg e 1 kg por semana.

Problema quando o homem não consegue ejacular

O homem também pode passar por problemas sexuais no quais vão fazer ele não chegar ao orgasmo, esse problema se chama anejaculação e muitos homens sofrem cada dia mais com o problema, nós resolvemos trazer alguns casos de pessoas que sofrem com o problema, para talvez assim você que esta lendo este artigo saiba que o problema não acontece só com você.

Alterar antidepressivos

Anejaculação pode ser superada sozinha, como um casal ou com terapia. A sexóloga psiquiatra Michèle Smadja diz:

“Geralmente, os anejaculadores esperam muito tempo antes de virem consultar. É um processo lento. Eles se sentem muito sozinhos porque não sabem que isso acontece com os outros. Esse problema é realmente sentido como um grande sofrimento. “

Segundo ela, nove vezes em dez, o problema é de origem psicológica.

“Se este não for o caso, drogas como antidepressivos podem ser implicadas. Eu então chamo o médico do paciente para ver se podemos mudar a molécula ou mudar a dose. “

Quando o anejaculador está em um relacionamento, é de seu interesse trazer seu parceiro em consulta.

“Esse distúrbio é um sintoma de um casal, não está necessariamente relacionado ao homem. Além disso, duas terapias são muito mais rápidas. Em geral, dura cerca de dez meses. “

Aqueles que simulam o prazer

Durante estas sessões de dueto, grandes surpresas não devem ser dispensadas:

“Às vezes a namorada cai das nuvens quando aprende o anejaculação de seu parceiro. A simulação não é apenas para mulheres. Os homens também praticam isso porque têm vergonha de não conseguir. Alguns estão tentando tranquilizá-lo “está tudo bem, não se preocupe”. Deve-se saber que estas palavras “matam” o anejaculador para quem, pelo contrário, é muito importante. “

Se o homem está sofrendo, seu parceiro não é necessariamente poupado. Marie viveu por mais de dois anos com David. No começo, ela não ficou alarmada com sua desordem.

“Tudo estava indo muito bem entre nós. Fora do sexo, nós tínhamos muitas coisas em comum. Nós éramos cúmplices. Eu não coloquei pressão sobre ele para o seu problema de ejaculação. “

Marie queria ter tempo, mas depois de um tempo, ela não pôde deixar de se questionar.

“Eu sou a causa do bloqueio”, “Eu não gosto dele”, “Eu não lhe dou inveja suficiente” são os primeiros pensamentos que me vieram à mente. Além disso, David começou a se calar. Apesar dos meus esforços, assim que mencionei sua anejaculação, ele não quis se comunicar. “

E se você esta passando por qualquer problema sexual conheça o estimulante masculino chamado Tauron.

“Acabamos de nos odiar”

Na maioria dos casos, o diálogo ajuda a resolver o problema gradualmente. Às vezes a paciência paga. O desbloqueio é então experimentado como uma pequena vitória para o casal. Por outro lado, a cura pode ser feita para esperar …

“Eu era particularmente paciente porque o amava. Mas depois de dois anos, entendi que nada mudaria. Nós tínhamos acabado de nos odiar. Eu estava cansado, psicologicamente. Em um ponto, foi demais, preferimos dizer parar os dois. “

Antes de quebrar, existem soluções para superar a anejaculação. Faça uma terapia, claro, mas não só. O urologista Bernard Lobel conhece outros métodos:

“Se cuidar da mente não é suficiente, o corpo oferece duas opções principais: injeções subcutâneas que causam a contração dos músculos perineais, depois a ejaculação. “

Você tem medo de agulhas? Não tem problema, a estimulação da próstata por um vibrador funciona muito bem também!

Os melhores Remédios para Perder Peso Rapidamente

Os melhores Remédios para Perder Peso Rapidamente

Dentre os principais remédios que as pessoas procuram tomar com o intuito de emagrecer, estão:

Leia também: Phytophen funciona

Sibutramina
Conheça também algumas Medicinas Naturais e Caseiras!
Existem várias formas para emagrecer, seja uma boa sessão de exercícios físicos diários, dietas para emagrecer rápido, e ainda tem os remédios para emagrecer, sejam eles remédios caseiros, naturais, farmacêuticos ou manipulados.
Nesse artigo iremos abordar justamente os remédios de uma forma geral para que você leitor possa escolher a forma de emagrecer consciente de sua escolha.

Remédio caseiro para perder peso e barriga
Temos como exemplo o chá verde, a água da berinjela, o chá de carqueja. Ainda existem mais receitas que foram criadas, mas iremos falar um pouco destas que são mais conhecidas e consumidas.

Chá Verde:
Existe hoje no mercado, muitos chás que chamam de chá verde e que é usado para o emagrecimento, mas o verdadeiro chá verde é feito com as folhas da Camellia Sinensis, onde suas árvores são originárias do nordeste da Índia e sul da China. Então cuidado ao comprar chá verde e veja se a sua composição é dessa planta.

Esse chá é muito usado pelas pessoas que querem perder peso, pois auxilia na digestão, ajuda a queimar gordura, controla o colesterol, é antioxidante e é diurético. Além desses benefícios, ainda é um excelente analgésico, antiasmático, ajuda a aliviar dor de dente, é antibacteriano e ajuda a controlar diarreias.
Se faz o chá com uma infusão na água fervente, podendo acrescentar gengibre ralado e se toma durante todo o dia, substituindo a água pura.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Seu uso tem que ser monitorado por um médico como recomendam nutricionistas e farmacêuticos, pois possui cafeína e pode causar taquicardia, dor de cabeça e náuseas por aumentar a pressão arterial, sendo expressamente contraindicado para pessoas com problemas cardíacos, gestantes e lactentes por poder afetar o bebê. Ainda não é recomendado para pessoas com problemas renais por ser um poderoso diurético e causar sobrecarga dos rins e por pessoas com deficiência de ferro no organismo por conter uma substância chamada tanino, o que impede do seu corpo absorver esse mineral.

Pode ser encontrado em farmácias, casas de produtos naturais, ou vendas pela internet.

Água da Berinjela:
Essa receita é muito usada por ajudar a eliminar gordura, abaixa o colesterol e a glicemia.
Se coloca uma berinjela cortada ao meio e com casca em um litro d´agua deixando descansar durante seis horas e depois bate tudo no liquidificador e tomar.

Para quem tem hipoglicemia, um tipo de diabetes onde seu pico glicêmico pode ficar muito abaixo do normal, não é recomendado por poder causar uma baixa muito severa e levando até um coma, além de conter solanina quando crua e trazer problemas intestinais.

Leia também: Remédio caseiro para emagrecer preço

Chá de Carqueja

Essa planta também conhecida como Baccharis Trimeral, contém flavonas, saponinas, compostos alfa e beta-pineno, álcool sesquiterpênico, compostos fenólicos, alcaloides, flavonoides, lactonas sesquiterpênicas. Ainda ajuda a controlar a diabetes e problemas hepático e digestivos, além de ser diurético e é desintoxicante para o fígado.
Seu preparo é feito através de infusão como o chá verde e tomado durante o dia.

Para quem tem problema renal não é indicado por sobrecarregar os rins por ser diurético e seu uso em excesso pode acabar sendo tóxico.

Pode ser encontrado em farmácias, casas de chás e pela internet.

Remédio natural para emagrecer:
Nesta lista temos o konjac, a quitosana e o goji pro, onde falaremos um pouco por serem os mais procurados. Geralmente eles vêm em forma de pó ou em cápsulas, sendo encontrados em farmácias, casas especializadas de produtos para suplementos e na internet.

Konjac:
Planta originária da Indonésia e do Japão, onde acreditam que sua raiz emagrece, e também serve para controlar o colesterol e na prisão de ventre por ter uma fibra que não é digerida pelo organismo e que fica gelatinosa por absorver a água do organismo e absorvendo a gordura, dando sensação de saciedade e inibindo a fome. Rico em vitaminas, fibra glucomanano, selênio, potássio, cálcio e ferro, aminoácidos. Ajuda a equilibrar os sais do organismo, desintoxicante.

Ele é encontrado aqui no Brasil em forma de macarrão, onde é vendido em lojas de produtos orientais e pela internet e em forma de cápsulas, vendido pela internet, em algumas farmácias e lojas de manipulação. Faixa de preço de R$ 25,00 a R$ 45,00. Não precisa receita

Leia também: Kifina funciona

O macarrão você substitui uma refeição principal como o almoço ou janta. A cápsula você toma duas com um copo de água antes das principais refeições.

Pode causar diarreia, gases, dor abdominal, asficcia e bloqueio do sistema digestivo. Não indicado para diabéticos por poder causar hipoglicemia.

Quitosana:
Fibra extraída da carapaça de crustáceos. O seu efeito no estômago é o mesmo do konjac, ajudando a ter saciedade e a eliminar as gorduras que são absorvidas por esta fibra, ao contrário do xernical que inibe as enzimas que promovem a absorção da gordura pelo organismo.

Seu uso indicado é de três gramas diariamente, podendo dividir em uma grama a cada refeição principal.

É encontrado em pó e em cápsula e vendido pela internet e algumas farmácias. Valor varia de R$30,00 a R$ 50,00. Não precisa receita.

Goji pro:
É o extrato extraído da fruta goji Berry que tem origem na Ásia e que vem em forma de cápsula para auxilio no emagrecimento e na eliminação da celulite.

Ele é rico em vitamina A, E, C, selênio, vinte tipos de aminoácidos, vinte e um tipos de minerais e cromo. Evita derrames e problemas oftalmológicos, previne diabetes, usado em tratamentos de trombose.

Tomar uma cápsula quarenta minutos antes do almoço e outra antes do jantar.

Vendido pela internet e em algumas farmácias. Preço varia de R$ 40,00 a R$ 60,00 com sessenta cápsulas.

Pode ter efeitos colaterais como náuseas, visão borrada. Desconforto ocular, tontura, alucinações em idosos, dermatite, enfraquecimento das unhas, queda capilar, cansaço muscular e distúrbio digestivo.

Não é indicado para pessoas hemofílicas podendo ocasionar hemorragia devido a concentração de atropina, diabéticos por alterar o funcionamento do pâncreas e a produção de insulina, mulheres gestantes pela grande concentração de selênio, o que pode afetar o feto em formação.

Remédio Farmacêutico:
No mercado encontramos vários tipos de remédios farmacêuticos para emagrecer. Os mais procurados são o orlistate, sertralina, sibutamina, fluoxetina e bupropinol, seja por querer uma forma mais fácil de perder peso ou por já ser o último recurso para emagrecer.

Esses remédios têm que ser de uso controlado por médico em dosagem certa e não cause efeitos desastrosos a sua saúde, que façam perder o peso necessário, pois somente o Orlistat e a Sibutramina são inibidores para perder peso e o restante dos citados são antidepressivos que podem auxiliar na sua perda de peso controlando sua ansiedade caso o médico diagnostique como um distúrbio que prejudica a perda de peso.

Não nos aprofundaremos mais agora, já que voltaremos a falar dos mesmos nos próximos artigos com mais detalhes.

Clique aqui para ver se o Orlistat emagrece, efeitos colaterais, bula preço e onde comprar
Clique aqui para ver se a Fluoxetina emagrece, efeitos colaterais, bula, preço e onde comprar
Clique aqui para ver se a Bupropiona emagrece, efeitos colaterais, bula, preço e onde comprar
Clique aqui para ver se a Sibutramina emagrece, efeitos colaterais, bula, preço e onde comprar
Clique aqui para ver se a Sertralina emagrece, efeitos colaterais, bula, preço e onde comprar

Esses métodos aqui descritos podem até ter uso por as vezes serem necessários, seja de remédios caseiros, naturais ou farmacêuticos, mas peçamos que antes de começar qualquer coisa, procure um médico especialista nessa área, faça todos os exames e veja qual se encaixa melhor a você.
Dê preferência aos métodos mais saudáveis como exercícios físicos, esportes por exemplo, e dietas de reeducação alimentar, mesmo que seja para emagrecer rápido ou não, usando estes outros como um auxílio caso seu médico ache realmente necessário.

Não se esqueça que a sua saúde é o seu maior patrimônio, por isso procure sempre orientação profissional antes de tomar qualquer remédio ou iniciar qualquer dieta para perder peso e gordura.

Crossfit: como funciona, benefícios e treino para iniciantes

Crossfit: como funciona, benefícios e treino para iniciantes

O treino combina diferentes exercícios e proporciona um condicionamento físico completo

O CrossFit surgiu nos Estados Unidos na década de 1990 e chamou a atenção até de academias de treinamento de oficiais das forças armadas americanas. Ele é um esporte derivado de vários outros, como atletismo, ginástica olímpica e levantamento de peso.

O resultado da combinação de diferentes exercícios é um condicionamento físico completo – com uma grande redução de gordura corporal e a regularidade em manter uma ótima forma.

Como funciona o treino de Crossfit
Para ter mais força muscular, é preciso fazer musculação. Quem quer flexibilidade, faz aulas de alongamento. Já quem quer melhorar a capacidade respiratória, busca a natação. Não seria melhor fazer um só treino que combine todos os benefícios para o corpo de uma só vez? Este é o objetivo do CrossFit.

A prática consiste na realização de exercícios funcionais que combinam força, resistência cardiovascular e respiratória, agilidade e flexibilidade entre si. São treinos de alta intensidade com tempo médio entre 40 e 60 minutos, levando o corpo ao seu extremo e desafiando seus limites.

O treino é composto por três partes:

Aquecimento (preparo do corpo)
Técnica (como executar os exercícios)
WOD (Workout of the Day, ou “missão do dia”).
Além da parte física, o treino também leva ao esgotamento mental e psicológico, trabalhando as percepções de limite do próprio corpo. É muito comum ouvir de um aluno após o treino de crossfit que está surpreso com a sua própria desenvoltura.

Benefícios do Crossfit
Crossfit emagrece: Os exercícios de alta intensidade do CrossFit fazem com que o corpo precise queimar as suas reservas de energia, que estão armazenadas em forma de gordura. Não é comum a prática do CrossFit com o uso de monitores cardíacos, mas existem estimativas de que o gasto seja de 800 a 1500 calorias durante um treino, dependendo da proposta do dia.

Constrói músculos: Você tonifica e define os músculos de forma até mais eficiente do que em uma academia convencional. O treinamento funcional do CrossFit trabalha vários grupos musculares em cada exercício, além de utilizar apenas alguns acessórios para a execução dos movimentos em vez de aparelhos de musculação.

Resultados rápidos: Segundo algumas pesquisas, um treino em alta intensidade alcança resultados mais rápido do que um treino de intensidade menor, no que diz respeito à queima de gordura e ao ganho de condicionamento físico.

Reduz o estresse: Por ser intenso e diferente a cada dia, o treino exige que você esteja 100% com o corpo e a mente concentrados no exercício. Não há espaço para outras preocupações, como trabalho, compromissos etc. Além disso, a energia acumulada pela tensão dos compromissos do dia a dia é liberada ao realizar os exercícios de alta intensidade. Como resultado, você vai para casa após o treino com a mente mais relaxada e o corpo livre de tensões do estresse.

Diversidade de exercícios: A grande maioria dos treinos de musculação nas academias convencionais costuma ser sempre do mesmo jeito: durante muito tempo você realiza os mesmos movimentos, nos mesmos aparelhos e com a mesma sequência. No Crossfit, os treinos mudam todo dia, tanto a sequência quanto o tipo de exercício realizado. Dessa forma, o seu corpo e a sua mente são sempre desafiados.

Autoconfiança: Os desafios impostos durante o treino ajudam os praticantes a conhecer e ampliar seus limites, transferindo essa melhora para sua vida esportiva, pessoal e profissional.

Trabalha todas as aptidões físicas: Um bom treino trabalha resistência cardiovascular e respiratória, resistência muscular, força, potência, precisão, agilidade, coordenação, flexibilidade e equilíbrio.

Corpo preparado para diversas situações: Os exercícios funcionais utilizados no CrossFit estão relacionados aos movimentos que utilizamos no dia a dia: correr para pegar um ônibus, abaixar e levantar um objeto do chão, carregar compras do supermercado, subir e pegar algum objeto do alto do armário, etc. De uma forma mais lúdica, você pratica esses movimentos durante o treino e consegue melhorar a sua condição física para realizar as tarefas rotineiras.

Treino de Crossfit em casa para iniciantes
O crossfit é uma modalidade que é praticada em academias, ou locais que contam com uma estrutura física adequada e também educadores físicos especializados. No entanto, ele também conta com alguns exercícios livres e que utilizam o peso do próprio corpo para serem realizados. Isso possibilita, por exemplo, que essa atividade física seja realizada em diferentes espaços.

Sendo assim, se você tem vontade de praticar essa modalidade de exercício, existem alguns movimentos que você pode fazer de casa sem ter a necessidade de ter um pneu de caminhão na sala ou pendurar uma corda no teto.

É importante ressaltar que esses são apenas alguns movimentos e a prática da modalidade envolve fundamentos bem complexos e que precisam de acompanhamento de um educador físico.

Flexão de braço: A flexão de braço é um exercício popular entre os praticantes de crossfit. A flexão trabalha diferentes grupos musculares, como peito, biceps e costas. Para realizar a flexão, é possível variar a posição das mãos para mudar um pouco o estímulo ao corpo. Veja aqui como fazer flexão de braço

Agachamento: Por ser um exercício que envolve o trabalho de diferentes músculos, articulações e tendões, o agachamento também é muito usado nos exercícios de crossfit e pode ser realizado em casa. Veja aqui como fazer agachamento.

Burpee: Este exercício é muito usado na modalidade Cross Fit e tem como objetivo não só fortalecer o abdômen, mas também os braços e as pernas, e ainda proporcionar uma elevação considerável da frequência cardíaca. Veja aqui como realizar burpee.

Pular corda: Pular corda também é um exercício do crossfit que pode ser feito em casa. Trabalha os músculos do corpo, principalmente os glúteos e a musculatura das pernas, além de melhorar o condicionamento físico. Veja aqui como pular corda.

Riscos do Crossfit
É preciso conhecer os limites do corpo primeiramente antes de embarcar em uma modalidade como esta. Todo esporte pode ter lesão, uns com mais riscos que os outros. Os desafios são perigosos. O treinador bem preparado é fundamental para que os alunos evoluam em treinamento progressivo, até alcançar condições de praticar atividades de alta intensidade e sem cometer o erro de exagerar.

De acordo com um estudo realizado no Reino Unido, a frequência de lesões no crossfit acontece por conta da realização de exercícios de alta complexidade e por realização deles até a fadiga. O estudo aplicou um questionário a 132 participantes dessa modalidade de treinamento com a intenção de avaliar o índice de lesões. Cerca de 3/4 das pessoas relataram lesões nos ombros e na coluna. Nove deles relataram a necessidade de cirurgia após a lesão.

Segundo estudo brasileiro conduzido por pesquisadores da Santa Casa de São Paulo e publicado na revista Orthopaedic Journal of Sports Medicine, a chance de lesão no crossfit está intimamente associada ao nível de envolvimento do professor. O mesmo estudo concluiu que comparado a outros esportes, o crossfit ainda é considerado um esporte inofensivo.

Porém, segundo o texto de Bruno Smirmaul, mestre em Biodinâmica do Movimento e Esporte pela UNICAMP e doutor em Atividade Física e Saúde pela UNESP de Rio Claro, no portal EFBE (Educação Física Baseada em Evidências), é preciso ter cautela com as comparações.

“As comparações com outros esportes/atividades são apenas preliminares, devido a características como o tipo de população normalmente envolvida em cada tipo de esporte/atividade (nível de treinamento e experiência prévia, por exemplo), a não diferenciação de treinamentos ou competições (competições acarretam em maior número de lesões), a gravidade das lesões ocorridas em cada esporte/atividade, dentre outros fatores metodológicos de cada estudo?, alerta Smirmaul.

Recomendações
Consulte um médico para obter a liberação para a prática do crossfit antes de começar as aulas. Além disso, procure se informar sobre as qualificações dos profissionais de educação física que ministram as aulas na academia selecionada e avalie as condições de infraestrutura do local e dos aparelhos antes de realizar sua matrícula.

Leia também: Phytophen é bom

Referências
*Daniel Kopiler, Chefe do Serviço de Reabilitação Cardíaca do Instituto Nacional de Cardiologia e presidente da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte

Leia também: melhor Exercício para queimar calorias

*Fábio Aquino, educador físico, pós-graduado em nutrição e especializado em articulações e coluna vertebral.

*Estudo brasileiro conduzido por pesquisadores da Santa Casa de São Paulo e publicado na revista Orthopaedic Journal of Sports Medicine

Leia também: Kifina Anvisa

* Bruno Smirmaul, mestre em Biodinâmica do Movimento e Esporte pela UNICAMP e doutor em Atividade Física e Saúde pela UNESP de Rio Claro

*Luiz Mello, educador físico e proprietário de uma unidade especializada em Crossfit.

* Fábio Barros, educador físico e coordenador de Crossfit.

Dietas: fazer ou não fazer? Saiba quais são as melhores para a nossa alimentação

Dietas: fazer ou não fazer? Saiba quais são as melhores para a nossa alimentação

Fazer dieta é bom ou ruim? Saiba quais são os planos alimentares indicados para quem busca uma vida mais saudável

Dieta para emagrecer, dieta para engordar, dieta para ganhar músculos, para reduzir o colesterol… Você já parou para pensar quantos tipos de dietas existem e são usados no dia a dia? Criadas a partir das necessidades de cada pessoa, esses planos alimentares, no entanto, ainda geram dúvidas quanto as suas eficácias. Ou seja, será que é saudável fazer dieta? Descubra quais são as mais indicadas pelos nutricionistas e como manter uma alimentação natural, nutritiva e de acordo com o que você precisa.

As dietas são elaboradas por um profissional nutricionista, responsável por analisar as carências nutricionais do paciente e designar um plano alimentar que supra tais necessidades. Segundo a nutricionista Carine Rodrigues, elas podem ser restritivas ou não, tendo como objetivo sempre melhorar a qualidade de vida das pessoas com uma alimentação equilibrada:

“Dieta é o conjunto de alimentos ingeridos por um indivíduo. Muitas pessoas utilizam esse termo também para designar planos alimentares que objetivam a perda de peso. Porém, devemos ter muito cuidado com as dietas “da moda”, pois, muitas vezes, são limitadas a nutrientes ou grupos alimentares específicos, podendo levar o indivíduo à deficiências nutricionais e/ou problemas graves de saúde”, explica a nutricionista.

Fazer ou não fazer dieta? Qual é a melhor maneira de garantir uma alimentação saudável?
Como são planos alimentares que visam a saúde e a boa forma, as dietas, sem exceção, devem ser acompanhadas por um profissional nutricionista, já que ele vai ser o responsável por fazer todo o controle nutricional dos alimentos que serão ingeridos e por pedir um “check up clínico” para avaliar as reações do organismo à dieta. Portanto, qualquer pessoa pode fazer dieta, seja para emagrecer, para perder peso ou para desintoxicação, por exemplo, desde que ela atenda e supra as necessidades do organismo e se adeque ao seu dia a dia.

Melhores dietas: 5 sugestões para melhorar e adequar a sua alimentação
– Dieta Mediterrânea ou do Mediterrâneo: Para garantir longevidade e melhorar os hábitos alimentares, essa dieta também é responsável por melhorar a saúde do coração, proporcionando uma melhora qualidade de vida. Seguida pelos habitantes dos países banhados pelo Mar Mediterrâneo, como Egito, Espanha, Itália e Grécia, o plano alimentar possui baixo consumo de açúcar, carne vermelha e gorduras saturadas, ajudando na perda de peso saudável e na prevenção de doenças.

– Dieta DASH: Ideal para quem precisa reduzir os níveis da pressão arterial, esse plano alimentar visa uma alimentação mais saudável para os hipertensos e, assim, prevenir as doenças cardiovasculares. Dash, na verdade, é uma sigla para “Dietary Approach to stop Hypertension, tendo como tradução: Abordagem dietéticas para parar a hipertensão. Assim, além de controlar a pressão, a dieta favorece o emagrecimento e estimula o consumo de alimentos mais naturais e saudáveis, sem muitas restrições.

Leia também: Kifina Anvisa

– Low Carb: Esse programa alimentar ficou conhecido por se basear em uma dieta com baixo consumo de carboidrato, favorecendo assim a perda de peso mais fácil e sem muito sofrimento. A dieta low carb faz com que o nosso metabolismo funcione melhor, combatendo a retenção de líquido e diminuindo o acúmulo das gordurinhas. Substituindo o carboidrato, o plano alimentar investe no consumo de proteínas, frutas e vegetais que aumentam o quadro nutricional da dieta.

Leia também: Phytophen Anvisa

– Dieta cetogênica: Com a promessa de perder peso de forma rápida e eficaz, esse plano alimentar também se encaixa nas dietas low carb, já que possui a restrição de carboidrato, beneficiando a queima de gordura corporal mais facilmente. Ela foi criada, a princípio, para controlar as doenças metabólicas, epilepsia e outras complicações, porém, com a perda de peso garantida, acabou caindo na graça das pessoas. Nessa dieta há uma lista de alimentos permitidos e proibidos, que diminuem a quantidade de carboidratos e aumentam o consumo de gorduras boas na alimentação.

Leia também: Dietas de emergência

– Dieta detox: Tem como principal objetivo limpar todo o organismo com alimentos com propriedades desintoxicadoras que ajudam a eliminar as toxinas do corpo, fazendo que todos os sistemas (circulatório, digestivo, cardiovascular) funcionem de forma correta. Baseada em frutas, legumes e vegetais orgânicos, grãos integrais, cereais e chás, esse plano alimentar é composto por sucos detox, sopas e saladas que ajudam a absorver mais nutrientes e deixar o organismo saudável.

Especialista responde: creme para celulite funciona?

Especialista responde: creme para celulite funciona?

Dermatologista esclarece que o tratamento deve ser combinado a outros procedimentos, como o ultrassom de alta frequência ou a drenagem linfática

Creme para celulite funciona? Confira as dicas do especialista para potencializar o seu resultado!

A celulite é um dos maiores pesadelos femininos. Por isso, muitas mulheres usam e abusam de tratamentos estéticos e cosméticos disponíveis no mercado, além de investirem na malhação, na tentativa de eliminar os furinhos indesejados. Para quem não tem muito tempo, vale usar e abusar dos cremes para celulite. Mas será que eles realmente funcionam?

Leia também: comprar Creme firmador

A equipe d’A Revista da Mulher conversou com um expert no assunto, o Dr. Daniel Dziabas, dermatologista e membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Segundo ele, de fato, existem produtos que atuam favorecendo a quebra de gordura e a circulação linfática e sanguínea. Porém, o ideal é combiná-los com outros tratamentos.

Leia também: Skin renov reclame aqui

Um aliado importante
O dermatologista alerta que, para o bom funcionamento dos cremes para celulite, eles devem fazer parte de um tratamento global, que inclui, por exemplo:

exercícios;
dieta balanceada;
hábitos saudáveis de vida;
drenagem linfática;
entre outros.
“Recomendamos o ultrassom de alta frequência para ser feito em paralelo ao uso dos cremes. Este tratamento produz efeitos térmicos e mecânicos, além de modelar o corpo, diminuir a gordura localizada, combater a flacidez e estimular o tônus muscular”, orienta o Dr. Dziabas.

Para este tratamento, explica o médico, são indicadas de 8 a 10 sessões, uma vez por semana e com duração de 30 a 40 minutos. Os resultados aparecem a partir da 4ª sessão. “É um tratamento indolor, por isso não há necessidade de anestesia”, explica o especialista.

A drenagem linfática, seja feita em casa ou em uma clínica especializada, também é uma grande parceira do creme para celulite. O tratamento melhora a circulação linfática e sanguínea, evitando as protuberâncias na pele, ou seja, os famosos furinhos.

Além disso, a drenagem suaviza o tecido fibroso, resultando na redução de inchaços, sulcos e no aspecto “casca de laranja”.

Cremes para celulite: como usar?
O ideal, explica o médico, é que o tratamento com o creme para celulite dure pelo menos dois meses. Neste período, ele indica o uso do cosmético duas vezes ao dia. “Sua aplicação deve ser feita em forma de massagem, pois os movimentos ativam a circulação”, explica.

A massagem feita com o creme adequado, além de facilitar a penetração dos ingredientes compostos no produto, favorece a quebra de gordura e alivia o inchaço.

“A dica é usar após o banho, quando os poros estão mais dilatados e a absorção das substâncias é maior. Também podem ser utilizados após a prática de atividade física, devido a alta circulação sanguínea”, sugere o expert.

Causas dos problemas de ereções e o que pode ajudar

Causas fisiológicas

Sua ereção suave também pode ser causada por causas de ordem física. Aqui estão os principais:

  • Um problema no seu sistema vascular. Certas doenças vasculares, como a aterosclerose, ou o acúmulo de placas nas artérias podem impedir que o sangue flua normalmente para o seu sexo.
  • Diabetes: Quase metade das pessoas com diabetes sofre de disfunção erétil. De fato, a instabilidade de sua taxa glicêmica pode atrapalhar seu sistema hormonal, mas também sua circulação sanguínea. E assim, a estimulação sexual que irá engendrar sua ereção.
  • Hipertensão;
  • Alguns tratamentos médicos também podem causar uma ereção suave. Em particular tomando antidepressivos ou antiepilépticos.
  • Consumo de tabaco. Não é à toa que as palavras “fumar pode tornar impotente ” aparecem nas embalagens de cigarros. Ao promover a hipertensão, o fumo pode impedir que o sangue flua para o seu sexo.
  • Doença da próstata: Se você teve ablação, os nervos que conectam este órgão ao seu sexo podem ser danificados.
  • Outras doenças, como esclerose múltipla (que afeta a ligação entre seu cérebro e seu pênis), ou o Peyronie (que irá deformar seu pênis quando banda.
  • Distúrbios hormonais. Eles podem ser causados ​​por um desequilíbrio na produção de testosterona. Ou seja, uma fonte externa se estiver tomando esteróides como parte de sua prática esportiva.

Comece dramatizando!

Agora que você sabe um pouco melhor como funciona a ereção, e quais podem ser as causas de uma ereção suave, comece por dramatizar. De fato, qualquer que seja a sua idade, mais de 40% dos homens admitem já ter encontrado esse problema. E mesmo que para uma grande maioria deles, com uma ereção rígida o suficiente seja essencial para ter confiança em si mesmos e manter bons relacionamentos dentro do casal, isso não é uma fatalidade.

É até um fenômeno normal dos anos cinquenta. O que é explicado pelo envelhecimento dos tecidos do seu pênis . Em qualquer caso, uma ereção mais suave não impedirá que você sinta desejo, prazer. Nem para gozar e ejacular.

E mesmo se o cuidado que é feito na França de disfunção erétil ainda não é suficiente, e que pode ser intimidante ou vergonha falar com um especialista, este é o primeiro passo essencial para superar sua ereção. macio.

Vamos seguir para os tratamentos que existem. Vamos classificá-los de acordo com a origem da sua disfunção erétil.

E se o seu problema for psicológico?

Se sua ereção suave é causada por um distúrbio psicológico, existem algumas soluções muito simples para remediar isso. Comece comunicando-se com seu parceiro. Você pode fazer isso sozinho ou com a ajuda de um sexólogo. Este especialista pode ajudá-lo a identificar o que está preso em seu relacionamento.

Se o estresse é a causa de sua disfunção erétil, evite os ansiolíticos que podem agravar a situação. Prefira soluções naturais como meditação ou yoga.

Em geral, considere este problema de ereção como a oportunidade de redescobrir sua sexualidade. Você pode, por exemplo, aumentar a duração de suas preliminares e variar a carícia. De qualquer forma, aproveite o seu tempo e aproveite este momento para ser mais cúmplice do seu parceiro. E deixe sua excitação subir gradualmente.

Não tenha vergonha de começar a penetrar, mesmo que sua ereção não seja tão vigorosa quanto você gostaria. A umidade e a pressão que exercitarão sua vagina em seu sexo podem ajudar. As sensações que ela sentirá também serão agradáveis ​​para o seu parceiro.

Você também pode aprender a fortalecer seu períneo. E especialmente os músculos que servem para você urinar. Ao manter o sangue no nível do seu sexo, ele servirá como uma reserva no momento de sua relação sexual. E definitivamente vai melhorar a qualidade de sua ereção.

Quais são os diferentes tratamentos se a causa é fisiológica?

Se o problema é fisiológico, seu primeiro reflexo deve ser consultar um médico. Só ele pode prescrever os tratamentos que lhe permitirão encontrar uma ereção mais forte. Aqui estão os principais

Tratamentos orais

Entre as soluções mais populares para tratar uma ereção macia estão os tratamentos orais . Existem dois tipos de tratamentos orais:

Comprimidos disponíveis sem receita médica

Estes são os tratamentos mais populares, porque eles não precisam marcar uma consulta com um médico ou um especialista em saúde e podem ser adquiridos gratuitamente na internet.

Entre as soluções mais populares, está o Male Extra ou um pouco menos conhecido mas igualmente eficaz Testo Ultra , que ao contrário do Viagra, além de aumentar a libido e prolongar a duração da relação sexual. Se você estiver hesitante, saiba que a Testo Ultra oferece uma oferta experimental para testar o produto. Para mim é o produto que fez a diferença ( eu explico porque aqui ).

Comprimidos com receita médica

Para te ajudar com esse e qualquer outro problema sexual nós te recomendamos um chamado Big Size. Que contém maca peruana concentrada e por isso entrega um resultado bem melhor que os concorrentes.

EREÇÃO: PROBLEMAS E AVARIAS

A disfunção erétil pode interferir na relação sexual. Tradução: disfunção erétil. Às vezes é difícil saber como lidar com o problema. Como reagir a um colapso da ereção? Quais são as causas e conseqüências dessa disfunção física? Podemos fazer sexo sem ereção?

Nós tendemos a acreditar que, para os homens,  a vida sexual é simples como oi. Exceto que não somos os únicos a sofrer de problemas sexuais. Quando as meninas sofrem de secura vaginal ou falta de desejo, os homens sofrem de outras doenças.

Disfunção erétil: o que é isso?

Não é a  falha da ereção , os  problemas de ereção  ou mesmo os  distúrbios de ereção . Eles são muitas vezes devido à falta de autoconfiança ou problemas pessoais.

Em qualquer idade, o homem pode ter problemas de ereção. Aos 20 anos, a causa é muitas vezes procurar o lado psicológico. Um bloqueio em relação ao sexo, o medo de não satisfazer seu parceiro … É raro que homens dessa idade sofram de um problema fisiológico nas cuecas.

Tenha cuidado, senhoras, se Jules não consegue ficar atento, certamente não se correlaciona com o desejo que ele sente por você. Lembre-se que a ereção é principalmente uma questão de circulação sanguínea .

Se você desculpar uma enxaqueca para evitar o ato sexual, os homens também podem ter seus humores. E isso joga no seu distúrbio de ereção. Um aborrecimento no trabalho, um resfriado ou problemas pessoais influenciam o bom funcionamento do pênis.

Como reagir a um colapso da ereção?

Se o seu cara sofre de um colapso da ereção, alguns comportamentos são totalmente para banir. Agir como se nada tivesse acontecido não ajudaria seu casal a superar esse inconveniente. Acima de tudo, não se dirija pensando que você não excita o suficiente.

Dedramatize e comunique as melhores soluções. O melhor é tentar falar com o seu querido. Com dois, você chegará mais facilmente para encontrar a causa desse ser maligno e conseguir superá-lo.

Dicas, truques, explicações, Cosmo ajuda você a enfrentar e entender colapsos de ereção, problemas de ereção ou disfunção erétil …

Sexo sem ereção: instruções de uso

Alcançar o orgasmo sem penetração é bem possível. Se Jules não conseguir levantar o véu, outras opções estarão disponíveis: preliminares mais intensas, cunilíngua , brinquedos sexuais … Não são as idéias que estão faltando.

E quem sabe, toda essa excitação poderia superar sua disfunção erétil e aumentar sua libido .

Leia mais sobre o melhor blog de impotência sexual que se chama blog da cis.

4 COISAS A SABER PARA REAGIR BEM A UM COLAPSO DA EREÇÃO

O que fazer quando o mastro da tenda quebra a figura? Quando no meio da ação, Monsieur de repente começa a ficar sem primavera? Quando, vamos chamar um gato de gato, ele debate? Tranquilizar, falar sobre isso, não falar sobre isso, rir disso, especialmente não rir disso, mudar para outra coisa ou, pelo contrário, convocar um G7 da derrota, ou simplesmente desistir da cobertura depois de um breve intervalo? A gama de opções à sua disposição é ampla, as meninas …

Seja qual for a sua reação, pode ser … o mal. E para impedi-lo de plantar, damos-lhe o nosso conselho para reagir bem a um colapso da ereção. 

Não confunda a avaria da ereção e o desejo do outro

O colapso da ereção geralmente causa desconforto no casal. O homem se sente culpado, perde a confiança e mergulha no silêncio, enquanto a mulher questiona seu sex appeal ou, inversamente, ri da situação, correndo o risco de ofender seu parceiro. 

Todas essas reações devem deixar espaço para o diálogo, pois podem ter um impacto de longo prazo no funcionamento das relações sexuais.

A comunicação torna possível dramatizar uma situação excepcional e banal em muitos casais.

É também uma forma de tranquilizar o cônjuge sobre o seu poder sexual, o desejo e o amor que o outro tem por ele. 

A melhor maneira de reagir não é fazer tudo um prato 

Nós poupamos-lhe o nosso aborrecimento, mesmo se estivéssemos à beira de passar o terceiro. Sim, estamos frustrados, sim, estamos desapontados, mas inúteis para provocar a autodestruição do seu ego .

Um colapso, acontece com todos, por isso não fazemos um barulho. Evitamos perguntar a ele no processo se ele nos enganar com essa cadela Cassandra, por exemplo.

Não chegamos tão longe a ponto de nos incriminar, assumir a responsabilidade por algo que provavelmente tem uma explicação completamente independente da sua e da nossa vontade.

E nós não tentamos reiniciar a máquina com um grande golpe de carícias energéticas. Porque não há discórdia que será discutida se não reiniciar, mas sim a depressão.

A quebra de ereção, a oportunidade de twister uma relação sexual

Um colapso da ereção não precisa terminar prematuramente um abraço e o prazer resultante.

A inveja do outro pode ser traduzida a não ser por penetração, isto é, por beijos, carícias (você conhece o método karezza ?), Sexo oral ou o uso de brinquedos sexuais. .

Então aproveitamos a oportunidade para dizer a ele que “é bom porque só queríamos um cunilingus  !”

Na melhor das hipóteses, vai excitar e a falha será uma má memória. Na pior das hipóteses, isso não mudará nada em seu leme, mas você terá pelo menos conseguido passar o terceiro.

Se isso acontece com muita frequência, não hesite em consultar

Lá, nós discutimos isso francamente. Ele ainda nos quer? Ele tem alguma preocupação? Acompanha outros sintomas?

Não hesite em consultar um sexologista em primeiro lugar para estas quebras sexuais, se não é o seu relacionamento com ambos que está envolvido.

Não hesite em ir ver um psiquiatra se é precisamente o seu relacionamento que está envolvido …

Emagrecimento saudável: mitos e verdades

Emagrecimento saudável: mitos e verdades

Preocupação de parcela considerável da população, a perda de peso é um assunto que gera inúmeras dúvidas. Dietas apenas à base de proteínas e líquidos funcionam? Quanto mais água beber, melhor? Ingerir carboidratos à noite realmente engorda? Estes são alguns dos questionamentos levantados por quem busca um emagrecimento saudável.

Fato é que perder uns quilinhos não é uma tarefa fácil, exigindo muita dedicação, comprometimento e força de vontade. Então, a dica essencial é: suspeite de métodos que aparentem ser milagrosos e que apresentam soluções rápidas e instantâneas, afinal o próprio ditado popular já diz: “quando a esmola é muita, o santo desconfia”.

Para lhe ajudar na missão de conquistar um corpo esbelto, esclareceremos questões pertinentes ao tema, apresentando nos post de hoje mitos e verdades sobre o emagrecimento saudável.

Conquistando um emagrecimento saudável
Realizar refeições de três em três horas ajuda a perder peso

Verdade. Por meio de uma reeducação alimentar baseada em uma dieta equilibrada e em horários adequados, realizar refeições a cada 3 horas é fundamental para obter sucesso no processo de emagrecimento saudável, visto que este hábito ajuda a acelerar o metabolismo, auxiliando na queima de gordura.

Alimentos funcionais são uma ótima opção nesta situação.

Leia também: Kifina

Lembre-se ainda de que não deve-se abusar de alimentos muito calóricos. Com a ajuda de um profissional da saúde, crie uma dieta exclusiva que encaixe com suas metas e, claro, com sua rotina.

Posso comer, sem restrição, todas as frutas
Mito. Infelizmente, nos deparamos com um mito clássico no universo de quem busca o emagrecimento saudável. Mesmo sendo alimentos extremamente recomendáveis, as frutas possuem alto nível de frutose.

E adivinha? A frutose é um tipo de açúcar que, obviamente, configura-se como um carboidrato e, por isso, as frutas — assim como qualquer outro alimento — não devem ser consumidas em exagero. O número máximo de frutas por dia deve ser em torno de 5.

Shakes auxiliam o processo de emagrecimento
Verdade. Essa é fácil, não é? Os queridinhos do universo fitness, se utilizados corretamente, poderão, sim, ajudar na perda de peso. Segundo especialistas da área, os shakes podem ser consumidos no lugar de lanches que, às vezes, têm um alto teor calórico.

Leia também: comprar Phytophen

Para acertar na dose, encare os shakes como complementos alimentares, que precisam ser ingeridos modernamente. A principal dica aqui é: evite substituir completamente as refeições do dia por este alimento.

Consumir carboidratos à noite prejudica a dieta
Mito. Você estava crente que esta frase se enquadraria nas verdades, pois desde muito novos nós aprendemos erroneamente este mito. Pelo fato de os carboidratos serem os responsáveis pelo fornecimento de energia, eles devem estar presentes nas principais refeições, entretanto, sem abusos.

Afinal de contas, de nada adianta apenas excluir este nutriente durante a noite, se durante o dia você faz uma dieta altamente calórica. A palavra de ordem aqui é: equilíbrio.

Água é uma forte aliada na perda de peso
Verdade! No entanto, hidratar-se não é o suficiente para emagrecer. Tomar litros de água sem controlar a alimentação diária, por exemplo, não surtirá efeito nenhum.

Leia também: Comprimido para emagrecer anvisa

Por outro lado, atrelar uma dieta de baixa caloria ao consumo ideal de água ajuda, sim, no processo de perda de peso, que acontece devido à sensação de saciedade proporcionada pelo líquido. Além disso, a água tem capacidade de ajudar o nosso corpo a eliminar as toxinas que causam a desagradável sensação de inchaço por causa da retenção de líquidos.

Entretanto, não basta cuidar apenas da alimentação. Para conquistar um corpo sarado por meio do emagrecimento saudável aposte também na realização de atividades físicas periodicamente.