Por que fazer curso para concurso pode ser um erro… E o que fazer a respeito

Como estudar

Fazer um curso preparatório (ou cursinho, na língua dos concurseiros) é talvez a forma mais conhecida de se preparar para um concurso público.

Mas você já parou pra pensar que você pode estar perdendo tempo fazendo cursinho?

Antes de responder essa pergunta, precisamos fazer uma ressalva:

Não estamos falando aqui que os cursinhos preparatórios são inúteis. Longe disso!

O cursinho é um grande aliado para você aprender conteúdo novo. Por causa do modo quase passivo de como você absorve conhecimento durante uma aula, o cursinho pode ser essencial em seu plano de estudos.

Mas do que estamos falando então?

Acontece que muita gente não pensa muito sobre os cursos preparatórios. Existem mais coisas envolvidas em participar de um curso para concurso do que simplesmente sentar e assistir aula. O nível de experiência do concurseiro, a qualidade do curso, o roteiro de aula, o conteúdo do curso, e até coisas triviais como o transporte até a escola.

Esses detalhes podem ser a diferença entre aproveitar seu tempo e jogar dinheiro no lixo.

Nesse artigo, a gente vai falar das vantagens e desvantagens de se fazer cursos presenciais e online, e você vai aprender a escolher um ótimo curso para concurso que seja adequado para você.

Esse artigo foi inspirado no conteúdo do curso Ritmo de Estudos, da Carol Alvarenga.

Cursos preparatórios presenciais

Os cursos preparatórios presenciais são as mais conhecidas fontes de aprendizado para concursos públicos.

Existem centenas de escolas especializadas em cursos preparatórios para concursos públicos. Você certamente vai encontrar um na sua cidade.

Um curso para concurso presencial funciona mais ou menos como um curso qualquer. Você se inscreve, recebe o material especializado (normalmente), e comparece às aulas.

Vantagens dos cursos presenciais

Os cursos presenciais têm algumas vantagens que são difíceis de substituir:

Contato com o professor
Como você está assistindo uma aula, ao vivo, com o professor na sua frente, é muito fácil e rápido você tirar dúvidas.

Aliás, esta é a principal vantagem de um curso para concurso presencial. Se você estiver fazendo um, você deve aproveitar todas as oportunidades para tirar dúvidas.

Contato com outros concursandos
Não pense que em um cursinho, todos são concorrentes. Na verdade, boas amizades podem surgir dentro de uma sala de aula!

Os seus colegas de cursinho podem ajudar a explicar um tópico que você não entendeu, a resolver questões, e a compartilhar outras informações, como dicas de materiais, sites e aplicativos.

Bom para o concursando iniciante
Um cursinho presencial é ótimo para quem está começando a fazer concursos por vários motivos.

O primeiro motivo é que, quando nós começamos a estudar para concurso público, muitas matérias são completamente desconhecidas. Quem já ouviu falar em Direito Constitucional no ensino médio ou faculdade (ok, os estudantes de Direito viram)? Um curso presencial é uma ótima forma para ter o primeiro contato com essas matérias, porque o professor vai passar esse conteúdo já “mastigado”. Dessa forma, um curso presencial pode ser uma ótima forma de você começar a estudar para concursos.

Outro motivo é que se comprometer a ir fisicamente até o cursinho e assistir as aulas é uma tática boa para você entrar no ritmo de estudos, ou seja, criar o hábito de ter um horário dedicado para estudar. Esse hábito vai ser essencial para continuar estudando sozinho em casa.

Desvantagens dos cursos presenciais

No entanto, fazer um cursinho, apesar de ser bastante popular, tem suas desvantagens – e muita gente não pensa nisso.

Tempo ocioso
Você precisa saber que fazer um curso para concurso presencial gasta muito tempo com ociosidade, ou seja, tempo desperdiçado com coisas que não tem a ver com seu aprendizado.

Por exemplo:

Tempo de trânsito para ir até o cursinho (e voltar depois)
Tempo de intervalo pra lanche (se o cursinho tiver isso)
Tempo com o professor comentando sobre outras coisas que nada tem a ver com a aula
Você precisa levar esse tempo em consideração quando for escolher um cursinho para você. Se você tiver somente 2 horas por dia para estudar para concurso, um curso presencial pode tomar todo o seu tempo.

Programa do cursinho
O programa do curso é todo o assunto que o cursinho propõe ensinar, com o número de horas-aula dedicado para matéria.

Muitas vezes, principalmente em cursos para concursos “genéricos”, ou seja, que não são específicos para um concurso ou banca, podem ocorrer vários problemas com o programa do cursinho:

O curso provavelmente não vai ter todos os tópicos do concurso que você está visando,
O curso pode passar mais matérias do que você precisa, dessa forma você fica perdendo tempo aprendendo coisa inútil (e às vezes sem você saber),
O curso decide quanto tempo passar de cada matéria, ignorando o peso de cada matéria que o concurso pede, ou a sua dificuldade com o assunto.
Contato com outros concursandos
Sim, sim, esse tópico está listado como vantagem lá em cima, mas também pode ser uma grande desvantagem.

Ou vai dizer que você nunca chegou na sala de aula, depois de um dia estressante, durante uma aula chata, e resolveu entrar na conversa com outros colegas?

Os outros alunos podem desfocar da aula, distrair o professor, interromper a aula… todo esse tempo que você deveria estar concentrado em aprender algo novo é desperdiçado.

Preço
Um curso presencial normalmente é mais caro.

É de se compreender. Uma escola precisa pagar professor, aluguel, energia elétrica, água e várias outras contas. E a fonte de renda dela depende da quantidade de alunos que ela consegue matricular (limitada pela quantidade de salas de aula).

Você tem a vantagem de um professor na sua frente, pronto para responder qualquer dúvida. Mas você paga por isso!

Cursos online (ou videoaulas)

Hoje em dia, assistir um curso online no formato de videoaulas é uma das formas mais comuns de se preparar para um concurso público.

Se você fizer uma busca por “curso preparatório para concursos”, você vai encontrar páginas e páginas com opções.

Em uma videoaula, seu estudo depende unicamente de você sentar em uma cadeira e assistir. Muitos cursos também têm material extra, como aulas em pdf, audiobooks e listas de questões.

Isso traz uma série de vantagens sobre as aulas presenciais, mas também possuem algumas desvantagens.

Vantagens dos cursos online

As principais vantagens dos cursos online giram em torno do tempo que você economiza para estudar.

Tempo aproveitado
Comparados aos cursinhos preparatórios presenciais, com os cursos online você não perde tempo com trânsito, com professor que enrola, com interrupções de outros alunos, etc.

Tudo se resume a você sentar na frente do computador e apertar o Play.

Todo o tempo com trânsito e interrupções pode ser aproveitado com mais aulas, se você estiver fazendo um curso para concurso online.

Bom para matérias específicas
Mesmo quem é um concurseiro avançado, que gosta de fazer seus próprios programas, pode se aproveitar de um curso online.

Se você está entrando em um concurso e o edital pede uma matéria exótica, que você nunca viu antes (digamos, Arquivologia), você pode usar um curso online específico para ter o primeiro contato com o assunto.

Você decide seu horário
Enquanto em um cursinho presencial você precisa obedecer aos horários da escola, em um curso para concurso online, você estuda no seu tempo, a hora que quiser.

Por exemplo, se no fim do dia, depois do trabalho, você já está cansado demais para estudar, você pode assistir as videoaulas pela manhã, enquanto toma o café da manhã.

Preço
Como os cursos online tem o potencial de atingir muito mais pessoas, eles normalmente são bem mais em conta que um curso presencial.

Desvantagens dos cursos online

Embora tenha todas essas vantagens, fazer um curso online significa estudar sozinho, e isso traz uma gama de desvantagens.

Não tem contato com o professor
Se você é realmente iniciante e acha que pode ter muitas dúvidas, talvez um curso presencial seja melhor para você, já que em um curso online, você não pode simplesmente questionar o professor na hora que tiver dúvida.

Alguns cursos online possuem contato com os professores via e-mail, o que ajuda. Verifique isso no seu curso.

Programa do curso
Da mesma forma que em um curso para concurso presencial, quem decide o programa do curso online são os professores que dão as matérias.

Leia também: Fórmula negócio online

Isso nem sempre corresponde às suas necessidades específicas.

O programa pode ter matérias demais, ou pode não tratar de todo o assunto do seu concurso – principalmente os cursos online genéricos baratinhos.

Você precisa de mais disciplina para estudar
Por toda essa liberdade de fazer o seu próprio tempo, os cursos online requerem mais disciplina para estudar.

Você vai estar em um ambiente confortável (sua casa), com vários motivos para se distrair (TV, Internet, pessoas da sua casa), e você precisa ficar parado, sentado em uma cadeira e olhando para o computador por vários minutos.

Se o professor for daqueles lentos (que falam devagar, fazem grandes pausas, enchem o monólogo com “ééé” e “hummm”), então isso é receita para desatenção e procrastinação.

O que é mais adequado para você: presencial ou online?

Em geral, os cursos preparatórios são uma ótima forma de aprender passivamente.

Por que passivamente?

Tanto no curso online quanto no curso presencial, você assiste a uma aula de um professor que conhece o assunto, já destrinchou o assunto de uma forma que seja fácil de ensinar, e usa um método que seja fácil de aprender.

Bom, na maioria dos cursos, é claro. Existem cursos ruins também.

Seu papel é prestar atenção na aula, e fazer anotações pontuais (nada de copiar tudo o que o professor fala).

Além disso, os cursos são visuais e auditivos, o que amplia a forma como as informações chegam até o seu cérebro, facilitando a absorção de conhecimento.

Isso é uma vantagem, por exemplo, em cima dos livros, que dependem de você gastar energia para ler.

Sendo assim, os cursos podem ajudar bastante a aprender conteúdos novos com facilidade. Isso vale tanto para alunos iniciantes e experientes.

Se você é um iniciante
Se você é um concursando iniciante, um curso presencial pode ser muito útil para você!

Você vai estar imerso em um ambiente onde todo mundo tem o mesmo objetivo que você, com aulas com horário marcado e o conteúdo de matérias exóticas pronto para ser passado.

Isso ajuda muito a você entrar no mundo dos concursos.

Fora que se surgir alguma dúvida, o professor pode resolver. E seus colegas de aula podem ajudar com dicas de livros, apostilas, etc.

Sim, existem muitas desvantagens (perda de tempo desnecessária, custo alto), mas, ao nosso ver, as vantagens superam as desvantagens.

Procure um curso que seja específico para o concurso que você quer, para reduzir o problema de conteúdo inútil (veja mais dicas de como escolher um bom curso mais à frente).

Se você é um concurseiro experiente
Se você é um concursando mais experiente, com algum tempo de estudo, ou já aprovado em algum concurso, então provavelmente você já conhece bastante sobre os tópicos tratados em provas de concursos.

Por isso, você talvez possa querer estudar sozinho, com seus próprios horários, e com técnicas para maximizar seu tempo de estudo.

Assim, talvez seja melhor buscar cursos online específicos para o concurso que você quer fazer. Ou, se for o caso, cursos que cobrem somente uma matéria específica.

Sugerimos os cursos online sobre os cursos presenciais porque:

Você não perde tanto tempo com trânsito, interrupções, etc.
Você faz o seu horário
Você economiza dinheiro, ao pegar cursos para uma matéria específica.
Como encontrar os melhores cursos preparatórios

É muito difícil apontar para um curso e dizer: “Este é o melhor curso que existe”.

Os cursos se diferem muito por causa da didática do professor, e isso pode fazer toda a diferença para você aprender.

Mas existem dezenas, talvez centenas de opções de cursos por aí. Como saber se um curso é bom ou não é?

A gente vai dar algumas boas dicas sobre isso agora!

Procure cursos específicos para seu concurso
Se for possível, sempre faça cursos específicos para um concurso que você esteja querendo fazer.

Evite os cursos genéricos demais. Eles podem ser bastante completos nos assuntos que eles se propõem a ensinar, mas existem dois problemas com os cursos genéricos.

Primeiro, eles não vão cobrir todas as matérias do concurso que você quer fazer. Por exemplo, eles não cobrem conhecimentos específicos da sua área, como Contabilidade de Instituições Financeiras Padrão COSIF para a Área 4 – Contabilidade e Finanças do Banco Central. E quase todo concurso tem tópicos de conhecimentos específicos.

Isso quer dizer que você vai precisar gastar mais dinheiro com outros materiais para complementar seus estudos.

Segundo, eles podem passar conteúdo demais, mais até do que o seu concurso pede. Esse “conteúdo extra” na verdade é tempo e dinheiro jogado fora.

Um curso para concurso específico cobre o que o edital pede. Além disso, nos cursos realmente bons, os professores dão ênfase no que a banca realmente cobra, o que é sensacional.

Você encontra esses cursos específicos pelo nome, por exemplo: “Curso para Concurso INSS”, “Preparatório para Concurso dos Correios”, “Curso Online para Banco do Brasil”.

Analise o material incluído
Veja o material incluído no curso. Analise sua qualidade, quantidade e utilidade.

Quase todos os cursos oferecem apostilas com material complementar e aulas. Alguns cursos possuem apostilas excelentes.

Essas apostilas podem ter questões de concurso para resolver, que é uma forma essencial para você estudar.

Alguns cursos online incluem audiobooks ou podcasts, que você pode escutar quando estiver no trânsito, por exemplo.

A lista de bibliografia recomendada de alguns cursos também indicam ótimos materiais, que você pode usar para complementar seus estudos.

Pesquise o histórico dos professores
Se possível, pesquise na Internet sobre os professores que darão as aulas.

Para os cursos presenciais, isso pode ser mais difícil, mas uma ligação na escola pode resolver isso.

Verifique seu currículo e formação dos professores, e analise se eles têm bagagem para dar aulas sobre o assunto.

Verifique a didática dos professores
Verifique a didática do professor, ou seja, se a forma como ele explica é agradável para você. Para um curso, pode ser a diferença entre você se interessar pela aula ou dormir nela.

Essa dica é mais complicada de fazer, porque você precisa assistir alguma aula do professor. Uma das formas que você pode fazer isso é ver se é possível assistir uma aula grátis do cursinho.

Procure opiniões de outros concursandos
Essa é a última dica, mas certamente é uma das mais importantes.

Procure opiniões de outros concursandos.

Existem vários fóruns e comunidades de concurseiros na Internet que você pode visitar. O pessoal nessas comunidades terá o maior prazer em ajudar.

Por exemplo, o Fórum Concurseiros possui uma sessão de análises de cursos e materiais separados por cargos. Pode ser uma grande fonte de pesquisa para você.

Conclusão

Se você chegou até aqui, então você entendeu porque nós dissemos que os cursos podem ser uma perda de tempo.

Simplesmente porque o aproveitamento do conteúdo de um curso para concurso depende de vários fatores:

Da ementa do curso
Da didática do professor
Do tempo e horário disponível para você estudar
Do concurso que você está querendo fazer
E é por isso que você tem que estar atento ao decidir se vai fazer um curso para concurso presencial ou online, genérico ou específico, etc.

 

Créditos: Val popular blogueira de emagrecimento